Checklists, Gestante


Quarto do bebê


Nós não gostamos de dificultar assuntos que deveriam ser simples. Mas, também não gostamos de tirar o peso e significado deles. Montar o quarto do bebe pode parecer a coisa mais simples do mundo, mas quando você começa a colocar a mão na massa vão surgindo mil dúvidas, anseios e medos.  

Escolher o quarto, cores, acessórios para alguém que não conhecemos, que não sabemos como vai ser, que tipo de personalidade vai ter pode ser bem desafiador. A verdade é que, por conta disso, o primeiro quarto acaba sempre sendo do nosso jeito, não da criança. E exatamente por isso nos perdemos nesse mundo “fofinho” e cheio de opções.

checkPlaneje: Para evitar estresse de última hora, vale a pena se planejar direitinho e fazer tudo com calma. Entre a 20 e 26 semana comece a planejar. Os passos mais importantes são decidir cores e tema. Aí você já consegue colocar a mão na massa e pintar o quarto – caso opte por isso. Nessas semanas também já vale a pena pesquisar os móveis. Da 27 a 32 semana é a hora da decoração. Escolher cortina, tapete, enfeite de porta.  Da 33 a 36 semana é a hora de finalizar. Monte os móveis, limpe e já deixe tudo no lugar.

checkVisualize e Experimente: Você vai ver muitas coisas e vai se empolgar. Para não perder o controle e sair compulsivamente comprando tudo – para depois perceber que nada combina – vale a pena tentar visualizar antes. Criar um “mood board” vale a pena. “Mood boards” são colagens de material, fotos, cores que você gosta. Junte tudo que te inspira. Experiente com as combinações de cores. Coloque o que você já escolheu, perto do que ainda esta pensando em comprar e veja como fica.  Você pode fazer isso do modo virtual (colagens no computador) ou então ao “estilo antigo”, com uma cartolina branca e impressão das coisas que mais gosta, das cores ou dos tecidos.

home-decor-mood-board-1-yellow-giraffe2-room-color-and-mood-1179x848

checkPense em um quarto que dure: Seu pequeno vai crescer rápido. Sugerimos escolher cores, materiais, móveis que sejam práticos, adaptáveis e não cansem. Quando pensar em cores, por exemplo, um quarto todo colorido pode parecer legal, mas apenas pense que você vai olhar para a mesma coisa por, pelo menos, um ano e meio. Cores fortes podem cansar. Detalhes muito chamativos e “da moda” também. Vale a pena pensar em móveis que sejam adaptáveis e possam transitar de função. Ao invés de um armário, uma cômoda que não só vira trocador, como depois que seu pequeno tiver maior, pode ser aonde você guarde os brinquedos ao alcance dele. Ao invés de apenas um berço, opte por aqueles que virem mini cama depois. A última dica é para você ter muito, mas muito espaço para guardar coisas. Tente ter nichos, caixas, baús…tudo que te ofereça um espaço. Quando eles são pequenos você não vê necessidade para isso, mas depois vai sentir falta.

checkNão se esqueça de você: Sim, o quarto é do seu pequeno. Mas, convenhamos que o primeiro quarto, ainda mais de um bebe, acaba sendo muito mais seu. Pense a quantidade de tempo que você vai ficar lá. Primeiro ponto: sim, escolha o que você gosta também. Se esta na dúvida, espere até ter certeza. Se não gosta, mas sua sogra gosta, não coloca. Você precisa estar feliz e confortável. Algo pequeno, que te incomoda um pouco vai virar algo grande, porque passamos muito tempo no quarto. E que tal uma poltrona confortável? Esse é um dos quesitos que não vale a pena economizar. Pense em uma poltrona bem confortável, com apoio de braço, encosto alto (suficiente para você estar sentada e conseguir encostar a cabeça) que gire, balance e, sim, com o pufe adicional para os pés. Tudo isso vai ser bem útil e melhorar muito sua qualidade de vida durante as madrugadas.